Como criar um canal no YouTube para gerar engajamento e leads

O futuro da produção de conteúdo na Internet pertence aos vídeos. De acordo com o relatório publicado pela Cisco, a tendência é que o vídeo seja responsável por 80% do tráfego da Internet até 2019. No Brasil, 42% da população têm o hábito de ver vídeos na Internet. Considerando esse crescimento, formas de produzir e compartilhar conteúdo audiovisual, como criar um canal no YouTube para sua empresa, pode se tornar parte importante de sua estratégia de marketing de conteúdo.

Além do audiovisual ser o formato mais atrativo para a maioria das pessoas, o canal no YouTube pode ser uma fonte importante para gerar leads e aumentar o engajamento com seu público. Saiba mais a seguir!

Os primeiros passos de como criar um canal no YouTube

Provavelmente sua empresa já deve ter uma conta e utilizar alguma ferramenta do Google (Gmail, Adwords, Analytics), que será usada para a criação do canal no YouTube.

Caso ainda não utilize, basta criar uma e utilizá-la ao fazer login no site. Na opção “Meu Canal”, no menu à esquerda, você pode acessar o painel de controle de seu canal no YouTube, podendo personalizar seu visual e colocar os dados sobre a empresa.

Ao enviar seu primeiro vídeo para a plataforma (no botão “Enviar”), você pode definir título, descrição, tags e palavras-chave utilizadas pelas ferramentas de busca externas e do próprio YouTube.

Lembre-se de seguir as boas práticas de metadados recomendadas pelo YouTube na hora de preencher essas informações. Assim, você direciona seu conteúdo em vídeo da maneira correta.

Agora que temos o canal devidamente organizado, é hora de considerar alguns fatores que vão ajudar o seu conteúdo a se destacar e gerar engajamento e leads necessários para a sua estratégia de marketing de conteúdo.

Implemente ferramentas interativas de call-to-action em seu conteúdo

Trabalhar a geração de leads do YouTube vai além da publicação de vídeos. Funções interativas da plataforma devem ser exploradas para ampliar a força de seu marketing de conteúdo, e redirecionar sua audiência para landing pages ou outros sites relevantes para a sua estratégia de geração de leads.

Um exemplo são os chamados Cards (cartões), que são botões interativos que direcionam sua audiência a uma URL específica ao serem clicados, sendo funcionais em todo tipo de dispositivo (smartphones, tablets, desktops, televisores, etc.).

Os Cards podem ser utilizados para inserção de imagens, títulos e CTAs para atrair o seu espectador e criar oportunidades de geração de lead.

Como você pode definir o momento em que eles surgem durante a reprodução do vídeo, é uma boa tática fazer com que o seu conteúdo em vídeo interaja com os cards, como parte do roteiro. Isso torna a ferramenta mais relevante e integrada.

Outro recurso interativo são as chamadas Anotações, predecessoras dos Cards. Seu uso é limitado ao desktop, e por isso tem um foco visual maior, permitindo destacar conteúdos como URLs, outros vídeos e botão para inscrição em seu canal. Aproveite para reservar elementos de seus vídeos especialmente para esse recurso e gerar mais engajamento.

Aprenda com os profissionais que produzem conteúdo exclusivamente para o YouTube

Para saber como criar um canal no YouTube que tenha o apelo e a força necessária para gerar engajamento, é preciso buscar referências nos produtores de conteúdo que trabalham exclusivamente com isso e não precisam se alinhar a um produto ou marca pré-estabelecida.

Mesmo que o seu produto ou serviço não tenha necessariamente relação com humor, games ou cotidiano jovem, como são os canais brasileiros com maior número de inscritos, é preciso entender como tornar seu conteúdo mais acessível e natural para a audiência que consome vídeos online diariamente, e assim, ter maior poder de engajamento e de geração de leads.

A influência dos grandes criadores de conteúdo do YouTube impacta o que é considerado mais bem aceito e com maior poder de engajamento na plataforma, como linguagem, táticas de geração de lead e até mesmo a duração dos vídeos.

Conforme dados da ComScore, a média de duração do conteúdo de vídeo consumido online é de 4,4 minutos, e a própria ferramenta de busca do YouTube tem opção em filtrar vídeos curtos (4 minutos ou menos) ou longos (20 minutos ou mais). Considere se é possível tornar seu conteúdo compacto ou se a taxa de retenção do seu público é estável em vídeos mais longos.

Os vídeos são fundamentais para sua estratégia de marketing digital. De acordo com pesquisa, 90% dos clientes afirmam que os vídeos ajudam no processo de tomada de decisão de compra e 64% deles são mais propensos a comprar um determinado produto ou contratar determinado serviço após assistir a um vídeo sobre ele – não é à toa que o Brasil já é o segundo maior mercado consumidor de vídeos na internet. Por isso, é fundamental você saber como criar um canal no YouTube para gerar engajamento, leads qualificados e negócios para sua empresa.

 

Quer saber mais sobre como criar um canal no YouTube pode trazer resultados para o seu negócio?  Entre em contato com a Room33 e converse agora mesmo com um de nossos consultores!

Compartilhar

Deixe um comentário