Como criar uma estratégia de segmentação para atrair os clientes ideais

Hoje, diante de tantas opções de compra, as marcas só conquistam a atenção do seu público sendo realmente relevantes para eles. É um erro mortal tentar se comunicar com sua audiência acreditando que todas as pessoas têm os mesmos comportamentos e necessidades. Uma estratégia de segmentação busca entender os diferentes perfis de uma audiência para dividi-la em grupos menores de pessoas que têm características semelhantes e, dessa maneira, fazer uma comunicação muito mais direcionada para cada segmentação.

Por exemplo, imagine alguém querendo comprar um apartamento. Essa pessoa está buscando morar próximo do centro ou em outra região específica? Ela quer um apartamento de 1 dormitório para morar sozinha ou um de 3 dormitórios para morar com a família? Essa pessoa está começando a pensar em comprar ou já está mais adiantada em sua jornada de compra?

Mesmo pessoas que buscam comprar um mesmo tipo de produto podem ter interesses e necessidades completamente diferentes. É de vital importância mapear as personas da sua marca, entender as suas dores para fazer uma comunicação que responda as suas dúvidas.

Quanto mais complexa for a venda, e geralmente isso está atrelado ao valor do produto ou serviço, mais cuidadosa deverá ser a sua estratégia de segmentação.

Entender a complexidade dos consumidores e os novos canais de monitoramento do comportamento de clientes já é uma rotina presente no dia a dia de todo gestor ou profissional de marketing que deseja ter ações com maior retorno e aderência ao perfil do seu cliente.

Para ajudá-lo nesta tarefa, veja, a seguir, dicas de como criar uma estratégia de segmentação para atrair os clientes ideais para o seu negócio. Confira!

A melhor estratégia de segmentação abrange o máximo de possibilidades

O consumidor de hoje é um ser muito mais complexo do que era algumas décadas atrás, portanto o conceito de segmentação de clientes precisou evoluir, isso é um fato. Portanto, tratar uma audiência de forma massificada é cada vez menos eficaz.

Em um mesmo perfil mais abrangente de clientes temos necessidades distintas em cada indivíduo e, por isso, a forma de interagir e atrair esses clientes deve ser diferente também. É preciso entender que existem clientes que preferem rapidez em suas interações, ou que demandam um esforço maior para serem convertidos em vendas.

Conhecer exatamente as diferentes personas de seu negócio e traçar estratégias para atrai-las, além de poder controlar e prever melhor sua jornada de compra, é a chave para uma estratégia de segmentação de sucesso.

Personalizando sua estratégia de segmentação e engajamento

Em Inbound Marketing, quando o objetivo principal é atrair potenciais clientes (leads) com ações baseadas em geração de conteúdo, é essencial que se tenha uma estratégia de segmentação adequada.

Muitas empresas cometem o erro de acreditar que apenas gerar um alto volume de leads vai resultar em uma alta conversão em vendas, quando, na realidade, é o trabalho de qualificação desses leads e a personalização da estratégia de segmentação que vão fazer com que a sua ação de marketing tenha sucesso.

Saber trabalhar de forma analítica com as informações colhidas sobre seu cliente vai te ajudar a montar sua estratégia de segmentação considerando características importantes de seu lead, como interesses, comportamento de compra, cargo e segmento de atuação, etc.

Monitorar e controlar a jornada de compra do seu cliente é fundamental para que sua estratégia de segmentação esteja alinhada com sua comunicação.

Uma ação de e-mail marketing, por exemplo, pode ser uma fonte de engajamento e oportunidade de conversão de leads que deve ser explorada e integrada a todo o conjunto de ações de marketing criadas para sua empresa, mas de modo segmentado, não com o envio massivo de mensagens.

Lead scoring e o controle das informações e métricas

Monitorar o comportamento e as interações do seu cliente, como visitas no seu blog, comentários em redes sociais ou conteúdos que foram baixados, por exemplo, gera um quadro muito mais rico e claro para incrementar sua estratégia de segmentação.

Por fim, lembre-se de que tudo aquilo que pode ser mensurado pode também ser controlado! Organizar e avaliar as diferentes respostas às interações ocorridas em sua estratégia de segmentação faz com que o seu investimento para atrair e converter leads tenha um direcionamento bastante preciso.

Existem ferramentas de marketing que, por meio do uso de uma pontuação dos leads (lead scoring) conseguem agrupar diferentes segmentos de clientes dentro de um mesmo público-alvo e determinar, com base em métricas e dados, quais são as oportunidades de conversão mais inteligentes a serem aproveitadas.

Além disso, elas auxiliam em sua estratégia facilitando que se lide com um grande fluxo de dados. Ao reconhecer os diferentes segmentos atraídos pela sua empresa, você faz com que indicadores como retenção, ativação e churn (perda de clientes) sejam mais previsíveis e, portanto, mais fáceis de serem controlados e ajustados.

Aproveite oportunidades de cauda longa em seu negócio

A estratégia de segmentação ajuda as organizações a aproveitarem as oportunidades trazidas por mercados de cauda longa (saindo de uma concorrência massiva para uma por nicho de mercado).

Assim, a empresa conseguirá atender com mais assertividade ao perfil do cliente atual, que não quer ser tratado de maneira genérica e quer sentir que suas necessidades e problemas específicos são entendidos e podem ser resolvidos.

Desta forma, estratégias de segmentação têm um grande potencial para aumentar as conversões de empresas que sabem aproveitar esse tipo de oportunidade.

Sua estratégia de segmentação está gerando clientes qualificados? Quais são os maiores problemas de conversão na jornada de seus clientes? Deixe seu comentário ou, se preferir, entre em contato com a ROOM33!

Compartilhar

Deixe um comentário