Hacks de Facebook Ads: 21 dicas matadoras para otimizar suas campanhas

Se você precisa acelerar a geração de leads e aumentar suas oportunidades de negócios, o investimento em mídia paga, como Facebook Ads e Google Ads, é uma ótima alternativa. Porém, o sucesso das campanhas veiculadas nessas plataformas depende de conhecimento avançado. Por isso, resolvemos compilar vários hacks de Facebook Ads que costumamos aplicar nas campanhas dos nossos clientes aqui na ROOM33.

Ao permitir a criação de anúncios de maneira facilitada e o acompanhamento dos resultados em tempo real, o Facebook tem levado cada vez mais empresas a anunciarem seus produtos e serviços. Entretanto, há muitos anunciantes que perdem o interesse na plataforma quando seus resultados não atingem suas expectativas.

Entre os principais motivos, está a falta de um planejamento consistente e a falta de conhecimento para utilizar todo o potencial que a plataforma oferece. Isso leva à criação de campanhas genéricas e de baixa performance.

Para ajudá-lo a melhorar os resultados dos seus anúncios no Facebook, compilamos neste post, mais de 20 hacks que vão aumentar o retorno sobre os seus investimentos em Facebook Ads.

Caso ainda não tenha anunciado nessas plataformas e precisa de ajuda para criar sua primeira campanha, aproveite para conferir nossos posts sobre como potencializar o seu negócio através do Facebook e como impulsionar uma publicação nessa rede social.

Preparado para dar um gás no seu ROI? Vamos lá!

Hacks para sua estratégia geral

 

1. Teste a campanha antes de veiculá-la

Somente após a veiculação é que temos a tendência de encontrar inconsistências nas informações no anúncio. Por isso, o primeiro dos nossos hacks de Facebook Ads é o teste de campanha, que costuma ser pré-requisito para qualquer ação de marketing digital.

O primeiro passo é se certificar de que o usuário impactado pela campanha atingirá o objetivo que você planejou. Coloque-se no lugar dele e imagine o que vai acontecer depois que o lead clicar no seu post. Para ajudá-lo, siga este check-list:

  • A segmentação da campanha está adequada?
  • Existem erros de ortografia ou gramática nos textos do anúncio ou nas páginas de destino?
  • A landing page para a qual o anúncio direciona está em completo funcionamento?
  • O texto e as imagens representam bem a proposta de valor do seu produto ou serviço?
  • Há uma página de agradecimento após o lead preencher o formulário?
  • O formulário está integrado com sua automação de marketing?
  • Existe um fluxo de automação preparado para manter o relacionamento após ocorrer a conversão do visitante em lead?

Uma vez atendidos esses pré-requisitos, você já pode seguir em frente com a veiculação da sua campanha. Ao cometer qualquer erro, mesmo com um alto investimento, as possibilidades de alcançar bons resultados diminuem consideravelmente.

2. Instale o pixel do Facebook para acompanhar os resultados

Para melhorar uma campanha, você vai precisar analisar seus resultados criteriosamente. Para isso, na etapa de criação das campanhas, o ideal é seguir as boas práticas da plataforma. Com os anúncios no ar, ficará muito mais fácil identificar qual deles obteve o melhor desempenho e, assim, otimizá-lo para diminuir o Custo por Lead (CPL).

Para começar, você precisa instalar o pixel do Facebook, um pequeno trecho de código HTML que deve ser instalado no seu site. Entre suas principais funções, estão:

  • Calcular a taxa de conversões realizadas a partir da campanha;
  • Criar uma lista de retargeting, fazendo com que as pessoas que visitam seu site sejam impactadas pelos seus anúncios no Facebook;
  • Criar uma lista de público semelhante, conhecida como Lookalike Audience, que servirá para expandir a audiência dos seus anúncios.

Para resgatar o seu código, acesse o Gerenciador de Anúncios. Clique no menu do canto superior esquerdo e selecione a opção “Pixels”. Quando surgir o pop-up, nomeie-o e confirme a criação.

gerenciador de anúncios facebook pixels

 

Em seguida, é só configurar o pixel nas suas páginas usando o Google Tag Manager ou aplicar o código manualmente entre as tags <head> e </head> do código fonte do seu site. Saiba como fazer através desse post.

 

configurar pixel do facebook

instalar código do pixel do facebook

Recomendo que você utilize um plugin no navegador Google Chrome chamado Pixel Helper para checar se o pixel foi instalado corretamente.

3. Procure atingir um público com potencial de compra

É um erro investir em aumento de tráfego e direcioná-lo diretamente para sua página de produto ou serviço. Isso porque a maior parte do seu público está distante do estágio de compra. Portanto, o objetivo da sua campanha deve ser amadurecer seus leads.

Como fazer isso? Aliar sua estratégia de mídia paga ao inbound marketing e a uma boa gestão de leads é um dos nossos maiores hacks de Facebook Ads. Promova anúncios para o público que não conhece sua marca, oferecendo conteúdos em troca de informações como nome, e-mail, área de atuação, etc.

A partir dessas informações, você desenvolverá um relacionamento com seus leads, nutrindo-os de mais conteúdo até que eles estejam prontos para se tornar clientes. Para quem já tem uma base de leads, uma boa dica é criar campanhas de Público Personalizado.

criacao de publico personalizado no facebook

4. Evite as métricas de vaidade

Número de visualizações e comentários nos anúncios, curtidas na sua página, seguidores no Twitter, etc. até impressionam. Porém, você não deve confundir essas métricas com resultados efetivos. Por isso os chamamos de métricas de vaidade.

Por outro lado, se o seu objetivo é gerar awareness e usar seu orçamento na aquisição de fãs para sua página, tudo bem. Porém, o único resultado será o aumento da credibilidade, já que o impacto na estratégia de vendas será mínimo.

Para aumentar suas vendas, sua campanha deve ser focada em conversão. Você sentirá o retorno sobre o investimento tanto em curto prazo, quando realizar uma venda, quanto em longo prazo, ao trabalhar o aumento de aquisição de novos leads.

objetivos campanhas de facebook

5. Use o blog como um dos hacks de Facebook

Quem disse que o inbound marketing serve apenas para SEO ou tráfego orgânico? Aproveite para promover os conteúdos do seu blog. Como se tratam de ofertas indiretas e de baixa concorrência, você garante tráfego a um custo baixo por clique.

A grande sacada está em direcionar o tráfego para seu blog, fazendo com que os visitantes entrem em contato com o pixel do Facebook e sejam incluídos na lista de retargeting. Assim, eles passarão a receber seus anúncios de conversão futuramente.

6. Utilize o URL Builder para rastrear seu tráfego

Apesar de permitirem mensurar toda e qualquer ação, algumas ferramentas de marketing digital não são capazes de diferenciar o tráfego pago do orgânico. É o caso do Google Analytics, por exemplo.

Felizmente, o próprio Google oferece uma solução para este problema: o URL Builder. Com este recurso, você pode rastrear criteriosamente a origem do tráfego. Para isso, inclua as tags em “marcações de URL”, disponível na opção avançada do anúncio do Facebook Ads. Entenda melhor como fazer isso nesse post: Como rastrear Facebook Ads no Google Analytics.

7. Utilize sempre testes A/B nas suas campanhas

O teste A/B é um dos grandes hacks de Facebook Ads para melhorar seus resultados. Para adaptá-lo à plataforma, promova um conjunto de anúncios com duas versões de um mesmo anúncio. Na peça variante, altere apenas uma característica. Pode ser o título, a imagem, o texto, o call to action, etc.

Determine um tempo para que a campanha desempenhe. Ao identificar qual anúncio performou melhor, mantenha-o no ar e remova o concorrente. Lembre-se de registrar o que levou o anúncio a se destacar para usar em futuras campanhas.

Tome cuidado para não interromper o fluxo natural de uma campanha antes do tempo. Normalmente, elas levam até 10 dias para trazer resultados concretos. Logo, finalizar os testes A/B já no segundo dia pode prejudicar o potencial da campanha.

criar teste A-B no gerenciador de anuncios do facebook

Hacks para sua estratégia de investimento

8. Prefira o investimento diário ao vitalício

Como você sabe, o Facebook oferece duas modalidades para gerenciar o orçamento da sua campanha. Veja a diferença entre elas e por que você deve usar o diário.

  • Orçamento vitalício: define um gasto para todo o período de veiculação e deixa que o Facebook use o algoritmo para identificar os melhores dias e horários para que o anúncio atinja bons resultados. A desvantagem dessa modalidade é que o Facebook leva ao menos 7 dias para aprender e otimizar a campanha.
  • Orçamento diário: nesta modalidade, você define o investimento que o Facebook deve usar por dia. Além de controlar melhor os custos, você acelera o trabalho do Facebook. Caso queira otimizar os resultados, é possível aumentar o orçamento.

orcamento e programacao para Facebook Ads

9. Estabeleça o objetivo ideal da sua campanha

Este é um dos pequenos hacks de Facebook que fazem toda a diferença na performance da sua campanha. O objetivo serve para indicar à plataforma como ela deve entregar e melhorar seus anúncios. Entre as principais opções, estão:

  • Conversões: a campanha atingirá usuários com grande potencial de se tornar lead por meio do cadastro de um formulário, do download de um conteúdo ou da compra de um produto.
  • Impressões: o Facebook priorizará a quantidade de veiculação dos anúncios. Este objetivo é bastante indicado para gerar awareness.
  • Cliques no link: a campanha é entregue somente a usuários com potencial de clicar no anúncio, muito útil para divulgação de landing pages.
  • Alcance único diário: a audiência receberá o anúncio apenas uma vez por dia.
  • Visualizações da página de destino: a campanha é entregue a usuários com potencial de acessar seu site, por isso a importância de instalar o pixel do Facebook.

Caso a sua audiência seja muito restrita, ou seja, menos de 100 mil usuários, opte por este último objetivo. Assim, a campanha vai impactar o maior número de pessoas dentro desse limite. Assim você explora todo o potencial do seu público.

10. Invista pouco e vá aumentando conforme os resultados

Esse é um daqueles hacks de Facebook Ads para iniciantes. Se você tiver tempo hábil de experimentar a plataforma, comece com um investimento baixo para mensurar os resultados. Caso sua campanha performe bem, aumente o investimento.

Essa estratégia é muito mais vantajosa do que apostar todas as fichas de uma única vez e gerar pouco resultado.

11. Amplie a segmentação e use os dados para melhorá-la

Uma boa maneira de direcionar suas campanhas no Facebook é começar com um público amplo. Conforme elas forem dando resultado, otimize a segmentação considerando dados como faixa etária, gênero, localização, interesses, comportamento, etc. Como ponto de partida, você pode usar o objetivo da campanha que vimos no item 9.

12. Ajuste o lance caso o CPM não atinja bons resultados

O CPM significa Custo por Mil Impressões e define que a cada mil exibições, o anúncio gera uma cobrança. Esta modalidade é indicada para a maioria das campanhas, mas muitas vezes os resultados não são expressivos.

Para acelerá-los, você pode mudar a forma de pagamento para CPA (Custo por Aquisição), aplicando 20% a mais do que você quer pagar por conversão. Assim você prioriza a entrega dos anúncios para o público de interesse.

Entre os hacks de Facebook, este é o que vai exigir mais cuidado. Para evitar que o Facebook gaste mais do que a estimativa, basta ficar atento ao orçamento da campanha. Se isso acontecer, não é necessária interrompê-la. Basta voltar ao CPM.

Hacks para sua estratégia criativa

13. Crie anúncios exclusivos para remarketing

Um dos grandes erros das campanhas de Facebook Ads é focar no planejamento dos anúncios e deixar de lado a execução criativa. No caso do remarketing, isso fica ainda pior. Não dá para mandar a mesma mensagem para quem já teve contato com a sua marca.

Para atingir essa audiência em cheio, você não pode ser redundante. Portanto, crie artes direcionadas, com texto, imagem e landing page focados em conversão. Assim você aumenta a efetividade da campanha.

14. Acompanhe a frequência dos anúncios

A frequência do anúncio significa quantas vezes um único aparecerá para cada usuário. No Facebook, os números ideais de visualizações são 3 vezes no feed de notícias (para desktop e mobile) e 10 vezes na coluna direita (no caso do desktop).

Para analisar essas taxas e colocar em prática mais um dos hacks de Facebook, selecione a opção “Desempenho e cliques” e observe a coluna “Frequência”. Caso os valores estejam superiores aos mencionados, providencie as seguintes melhorias:

  • Substitua a imagem dos anúncios;
  • Produza novos textos para as legendas;
  • Crie outras peças e segmentações.

Ah, se você quiser controlar a frequência diária de veiculação dos anúncios, escolha a opção “Alcance único diário”. A partir de então, o Facebook exibirá a publicação apenas uma vez por dia ao usuário.

15. Evite exceder os 20% de texto na arte dos anúncios

Pode parecer uma dica óbvia, mas não é por acaso que o Facebook é criterioso com a proporção de texto nos anúncios. Essa é uma forma de melhorar a experiência do usuário ao ser impactado pela sua mensagem, além de limpar o feed.

Volta e meia, por motivos desconhecidos, a plataforma acaba deixando passar anúncios exagerados. Tome cuidado, pois mesmo com alto investimento, o Facebook deixa de entregar os anúncios que fogem dessas boas práticas.

Para testar a imagem do seu anúncio e garantir que ele esteja dentro das regras da plataforma, use a ferramenta de sobreposição de texto do Facebook. Lembre-se de resumir sua proposta de valor e ainda garantir espaço para o CTA.

sobreposicao do texto nos anuncios de facebook

16. Jamais deixe comentários sem resposta

Este é outro dos hacks de Facebook que precisam ser reforçados. Isso porque, muitas vezes, o responsável pelas interações não é a mesma pessoa responsável pelo planejamento de mídia digital — o que exige comunicação entre os setores.

Pior do que deixar de responder um comentário é deixar de responder um comentário negativo. Eles são absolutamente comuns e devem estar previstos no seu plano de gerenciamento de crise ou de social branding.

Ainda que você possa ocular comentários negativos, analise-os criteriosamente para verificar se há como respondê-lo de forma que gere uma interação positiva. Para isso, esteja sempre atento às notificações para respondê-los o mais breve possível.

17. Esteja atento às mudanças frequentes do Facebook Ads

O Facebook Ads se tornou uma fábrica de produção de novidades, seja pelas mudanças na plataforma ou pelos novos formatos de anúncios. O carrossel, por exemplo, que já fez muito sucesso, tem caído em desuso.

Além do mais, outras plataformas como o Messenger, o Instagram, o Audience Network e o Vídeos, demandam adaptações bastante específicas tanto em linguagem quanto em estratégia de conversão.

Mantenha-se atualizado acompanhando a Central de Criativos, uma ferramenta excelente para oferece recursos atualizados para modelos de anúncios.

central de criativos do facebook

Hacks para sua estratégia de segmentação

18. Promova o retargeting para visitantes de páginas especiais

O primeiro dos nossos hacks de Facebook focados em segmentação sugere que você atraia pessoas que já estão em um estágio avançado da jornada de compra.

Para começar, instale o pixel do Facebook para monitorar as visitas de páginas importantes do seu site, como:

  • Planos e preços;
  • Carrinho de compra;
  • Solicitação de orçamento;
  • Pontos de venda.

Em seguida, aproveite o potencial desses públicos para criar segmentações especiais de forma a estimular a conversão e fazê-las avançar no funil de vendas.

19. Use e abuse dos públicos personalizados

Quem já tem uma base de leads bem completa pode aproveitar as informações para criar segmentações específicas, voltadas ao seu perfil e ao nível de engajamento. Para isso, crie listas de Público Personalizado no Facebook, considerando:

  • Área de atuação;
  • Tamanho da empresa;
  • Cargo ocupado;
  • Interesse (de acordo com a qualificação).

Com essas segmentações em uma planilha, use a opção “Criar um Público Personalizado”. Suba o documento usando o “Arquivo de clientes” e deixe que o Facebook identifique, a partir dos e-mails, quais leads têm conta na rede.

Essa prática é adequada para fazer os leads existentes avançarem na jornada de compra, pois eles já tiveram algum contato com sua empresa, diminuindo o custo de aquisição.

20. Invista no potencial dos públicos semelhantes

Geralmente, os públicos semelhantes identificados pelo pixel do Facebook apresentam as melhores performances. Como falamos no início, o recurso que coloca essa estratégia em prática é o Lookalike Audience (audiência customizada).

Na prática, o Facebook identifica o perfil de quem já é usuário e se baseia no seu gênero, idade, região, interesses, entre outras características para encontrar usuários com perfis parecidos e potencial para se tornar lead ou cliente.

É outro dos hacks de Facebook que diminuem o custo de aquisição, pois a plataforma impacta uma audiência com maior tendência à conversão.

21. Explore a audiência dos seus vídeos para criar uma campanha

Há algum tempo, o Facebook tem aprimorado o algoritmo para priorizar a entrega de vídeos em detrimento de imagens estáticas. A própria linguagem desse formato facilita o consumo pelos usuários.

É possível criar campanhas exclusivamente voltadas ao público que assistiu aos vídeos da sua página — desde os que interromperam a exibição até os que viram até o fim.

Antes disso, porém, seria adequado fazer uma campanha para atrair visualizações para os vídeos. Só então, com uma base formada, você parte para essa estratégia.

Conclusão

Os hacks de Facebook apresentados neste conteúdo podem ser adaptados para empresas de diferentes portes e segmentos, assim como públicos dos mais variados perfis. Em todos eles, nossa prioridade foi procurar reduzir os investimentos e aumentar seus resultados.

Trata-se de um trabalho muito parecido com o growth hacking, que investiga as melhores oportunidades que fazem uma grande diferença no desempenho de um projeto. Portanto, saiba gerenciar o processo e conte com um profissional com skills analíticas.

É fundamental, porém, ter paciência e não interromper uma campanha caso ela não esteja surtindo efeito, já que eles costumam levar algum tempo. O grande erro está em criar uma campanha e não otimizá-la.

Por outro lado, procure equilibrar as melhorias, promovendo mudanças aos poucos e sentindo seus resultados para, só então, fazer novas melhorias.

Para finalizar, temos duas dicas para o sucesso dos seus anúncios:

  1. Chame a atenção do usuário ao usar imagens de impacto, com textos atraentes e contrastes apelativos. Elas certamente trarão mais cliques.
  2. Seja o mais preciso possível na segmentação para garantir que sua campanha esteja atingindo as pessoas certas.

Com esses hacks de Facebook, desejamos que sua empresa obtenha resultados expressivos e alcance seus objetivos de negócio!

Compartilhar

Deixe um comentário