Mobile First: os smartphones ultrapassaram os computadores para acesso à Internet

2016 foi o ano em que entramos definitivamente na era do Mobile First

Você provavelmente já deve ter ouvido falar no termo Mobile First. Se não, eu explico. Mobile First é um conceito que já existe há alguns anos e é bem familiar para as pessoas que trabalham com projetos web. Ele quer dizer que o foco inicial para o desenvolvimento da arquitetura de um trabalho feito para web deve ser direcionado aos dispositivos móveis e em seguida para os desktops. Isso quer dizer que, se antes você deveria se preocupar em ter um site bacana no desktop e que também funcionasse bem no mobile (ser responsivo), hoje o pensamento se inverteu, seu site precisa ser pensado primeiro para os celulares e também ficar bacana no desktop.

Essa mudança é totalmente natural e previsível, basta você pensar quantas vezes pegou seu celular hoje para acessar suas redes sociais, ver as notícias, checar e-mails, tirar foto, mandar mensagens… Os dispositivos móveis já fazem parte da nossa vida de tal forma, que não conseguimos mais nos imaginar vivendo sem eles. Pensando nisso, não é nenhuma surpresa descobrir que as pessoas utilizam mais o celular para acessar a internet do que os computadores.

 

As médias de minutos gastos em cada plataforma variam de acordo com a faixa etária

média em minutos que as pessoas gastam em mobile e desktop

Perspectivas do Cenário Digital 2017 – Comscore

 

O mobile aumenta os minutos, mas não “canibaliza” o desktop

Total de minutos

quantidade de usuários desktop x mobile

Perspectivas do Cenário Digital 2017 – Comscore

 

A era mobile first vem transformando a maneira como o consumidor busca imóveis

Como as pessoas se acostumaram a ter acesso rápido a todo tipo de informação, cada vez mais querem se comunicar na velocidade da internet, de maneira rápida e direta. Os usuários se comportam de maneira crítica e seletiva e estão muito mais proativos.

Muito mais informados, os consumidores de hoje comparam produtos, preços e reputação da incorporadora, simulam financiamentos e vão atrás de todas as informações que precisam sozinhos. Quando esse consumidor entra em contato com o corretor, ele já sabe tanta coisa que se o corretor não estiver muito bem preparado, vai ser atropelado.

Hábitos e tendências para o mercado mobile

Em 2015 a Anatel divulgou que os números de linhas celulares habilitadas já ultrapassavam o número de habitantes. Os celulares são, hoje em dia, o aparelho eletrônico mais utilizado pelos brasileiros. Na sequência vêm os laptops (65%), tablets (41%), eReaders (6%), smartwatches (6%), e fitness bands (4%).

Nesse post compartilho com vocês dois estudos. O primeiro, realizado pela Deloitteo Global Mobile Consumer Survey – 2016, é um estudo realizado em 31 países, com objetivo de apurar como as pessoas interagem com seus smartphones. O segundo, realizado pela Comscore: Perspectivas do Cenário Digital, como o nome já diz, nos dá o panorama de como está o cenário digital hoje no Brasil. Para esse post eu usei apenas informações sobre o mercado mobile, mas você pode acessar os estudos completos através do link que disponibilizo aqui.

Confira aqui alguns destaques:

  • 80% das pessoas entrevistadas possuem smartphones, crescimento de 176% em relação a 2013;
  • 37% das pessoas que possuem smartphones conferem suas mensagens no meio da madrugada; 28% as respondem;
  • 6% dos pesquisados têm acesso a óculos de realidade virtual; 11% pretendem comprar um nos próximos 12 meses.

 

Os smartphones são os aparelhos mais utilizados e desejados pelos brasileiros.

Dispositivos móveis mais utilizados pelos brasileiros (em % de respondentes)

dispositivos moveis mais utilizados pelos brasileiros

Fonte: Global Mobile Consumer Survey 2016 – Deloitte

 

As pessoas estão ultraconectadas

Você sabia que quase a metade das pessoas veem o celular antes de dormir e que mais da metade utiliza o celular enquanto assiste TV? Sabia também que existe uma parcela significativa da população que não desgruda do celular nem na hora de atravessar a rua ou ir ao banheiro?

 

as pessoas estao ultra conectadas

Fonte: Global Mobile Consumer Survey 2016 – Deloitte

 

Corretores, seus clientes não querem que vocês liguem para eles!

Se a principal função de um telefone é fazer chamadas de voz, então não podemos mais chamar o celular de telefone. Hoje as pessoas utilizam muito mais seus aparelhos para outras funções, como filmar, tirar fotos, mandar mensagens, acessar a internet…

Enquanto o hábito de utilizar os celulares para chamadas de voz caiu, a utilização de mensagens instantâneas, e-mail e chamadas por protocolo (VoIP) e vídeo cresceram significativamente.

Entendendo essa tendência, é importante que os corretores de imóveis, se adaptem. Os consumidores preferem receber e-mails ao invés de ligações telefônicas porque podem lê-las no tempo deles sem serem interrompidos. Mensagens de texto (WhatsApp e mídias sociais…) também são boas opções.

Meios mais utilizados no celular (em % de respondentes)

meios mais utilizados no celular

Fonte: Global Mobile Consumer Survey 2016 – Deloitte

 

A tecnologia 4G se dissemina rapidamente

O uso da rede 4G quase dobrou no último ano e vai continuar crescendo. A maior penetração do 4G permite que, independentemente de onde o brasileiro estiver, ele vai estar mais conectado.

 

celulare com rede 4G e wifi

Fonte: Global Mobile Consumer Survey 2016 – Deloitte

 

O uso da plataforma muda de acordo com perfis demográficos

Anunciantes e veículos devem considerar formas de impactar audiências diferentes por plataforma para influenciar o alcance e a frequência.

 

uso de plataformas difere de acordo com perfis demográficos

Perspectivas do Cenário Digital 2017 – Comscore

 

Aplicativos representam a maior parte do tempo gasto no mobile

Aplicativos em % do total de minutos no mobile

aplicativos e o tempo no mobile

Perspectivas do Cenário Digital 2017 – Comscore

 

Aplicativos para smartphones lideram de longe o tempo gasto em mídias sociais, com a queda do desktop

aplicativos para smartphones lideram

Perspectivas do Cenário Digital 2017 – Comscore

 

Atividades mais realizadas em aplicativos e browsers

app x browser

Fonte: Global Mobile Consumer Survey 2016 – Deloitte

 

 

Compartilhar

Deixe um comentário