12 tendências de social video que você precisa conhecer

Se você está engajado nas tendências de marketing digital, já percebeu que a revolução dos chatbots, realidade aumentada e social video esta acontecendo, né? Mas as promessas para 2019 prometem ser ainda maiores. Você está preparado? Então fique ligado nos 12 insights que o YouPix elencou no Study Tour Los Angeles e que trazemos agora para você.

1_State of social video

Até muito recentemente, ninguém entendia direito como mensurar os insights para campanhas de vídeo nem qual era a lógica do algoritmo. Já em 2018, o mercado amadureceu e passou a conhecer melhor os hábitos da audiência, a eficiência do formato e a inovação que o social video traz tanto para as marcas, como para os influenciadores e creators.

O social video se tornou tão fundamental para o conteúdo quanto o site é para uma marca, por exemplo; e o público está cada vez mais engajado com o formato, tanto que 80% do conteúdo que consumimos hoje é em vídeo, segundo o Media Consultant Kevin Frankenfeld.

Se você não produz video então você não existe

Mas quem é esse público que consome tanto vídeo? A Geração Z, claro, os verdadeiros nativos digitais. Estudos afirmam que eles serão 40% dos consumidores até 2020, ou seja, é hora de saber impactá-los.

Geração Z é a única a ter vivido exclusivamente em um mundo on demand

Social video e a geração Z: os nativos digitais

% DE GEN. Z EM CADA PLATATAFORMA
Veja mais: http://bit.ly/2L72eOE

Crianças com dispositivos conectados

*Palestra “Demystifying Demographics: The Secrets of Targeting Audiences Through Platform, Content, and Format” da VidCon 2018

 

2_Creators como criativos

Os creators fazem o trabalho que antes era feito por agências e consultorias, isso porque eles já entenderam que é preciso fazer um conteúdo nativo, que engaja, rápido, barato e com qualidade, que é o que encanta tanto as marcas, quanto o público.

Mas quem são os creators hoje? Alguém que esteja disposto a falar da marca de forma sincera e humanizada. Por exemplo, 70% do conteúdo da FOX no YouTube é feito por fãs, isso porque eles sabem como se comunicar com a comunidade. Scott Narville e Natali Galindo da FOX compartilharam que apoiam a ideia: “Deixe seus fãs criarem por você e monetize com isso. A Geração Z gosta de participar e colaborar inclusive com as definições de conteúdo da marca.” Ou seja, você pode ter muitos creators criativos, basta saber em quem vai investir.

conteudo em video engaja mais que qualquer outra plataforma

*Apresentação do Media Consultant Kevin Frankelfeld, com dados da eMarketer e da CMI Marketing Research

 

3_O mundo fragmentado

Não dá mais para centralizar. O conteúdo vem de todo o lado, em diversos formatos, para várias plataformas e muitos nichos, o que é ótimo para a audiência, já que ela pode escolher quando, como e com o que quer interagir.

Já para as marcas, acaba sendo um desafio, haja vista que é preciso ter uma estratégia de conteúdo muito bem definida. Você não pode dissipar esforços e precisa saber onde impactar seu público: YouTube, IGTV, Twitter, Live, LinkedIn, SnapChat, etc.

Entenda onde está sua persona e invista, sempre com muito planejamento e estratégia. Fique ligado e atento aos passos da sua audiência. Por exemplo, em uma pesquisa da Trailer Park, 59% dos consumidores dizem se irritar quando precisam virar o telefone na horizontal para assistir a um vídeo e 35% disse ter seu celular trancado no modo vertical. Ou seja, o formato vertical é a nova tendência e você não pode ignorar isso.

producao de conteudo tem que ser multiplataforma

 

4_O novo engajamento

Mais do que curtir, comentar e compartilhar. A nova era pede conversas, envolvimento, interação e as ferramentas que possibilitam esse engajamento já estão aí: Questions, Polls, Lives, Bots, AR. Agora você só precisa entender como conversar de verdade com seu público. Preste atenção nas dicas dadas pelo YouPix:

  • Primeiro, encontre a sua comunidade. Depois, torne-a uma comunidade de proximidade, onde as pessoas compartilham e conversam movidas pela paixão pelo conteúdo, como os brand lovers vêm fazendo, daí para a conversão é um pulo.
  • Entenda que os KPIs de alcance não são mais tão relevantes, é preciso engajar de verdade.
  • Responda a todos os seus consumidores, invista em conteúdo nativo, não esqueça da tendência de social video e entenda sua persona para saber produzir o conteúdo ideal para ela.
  • Perceba a reação das pessoas quanto à sua marca. Você já conhece o Canvs? Essa é uma ferramenta de Inteligência Artificial que mede emoções nas redes sociais, em grande escala e tempo real. Hoje, esse tipo de tecnologia já consegue detectar ironia, por exemplo.

Lembre-se, você precisa ter frequência, consistência, conhecer sua audiência e saber interpretar e seu Analytics.

Comunidade gera conversa e conversa gera conversão

 

5_Seja autêntico ou suma

A Geração Z dá credibilidade para uma marca que se importa com sua causa, que a representa e a entenda, ou seja, você precisa realmente ser autêntico para conseguir atingi-los. Fingir ser autêntico é pior que não ser, então decida-se: ou você é realmente autêntico ou é melhor nem tentar.

Mas como ser autêntico?

SEJA REAL: Seja verdadeiro. Conte sua história do seu jeito.
SEJA SIGNIFICATIVO: Quando você consegue se conectar com alguém, você ganha importância.
SEJA ORIGINAL: Traga sempre seu ponto de vista quando falar de qualquer coisa.
SEJA IMPORTANTE: Seu conteúdo precisa inspirar novas conversas sobre o assunto.

Influenciadores digitais: seja autentico ou suma

 

6_Influencers para o bem

Os influencers são realmente relevantes na hora da tomada da decisão da Geração Z, que confia mais nesses creators do que nos pais ou nas marcas, por exemplo. Por isso, é importante que tenhamos uma pluralidade no segmento, influenciadores que explorem o social video lutando por causas, como diversidade, educação e contra as fake news terão um ponto a mais, tanto para o público quanto para a marca.

influenciadores digitais

6 pilares da influência:

RECIPROCIDADE: Dê algo em troca.
AUTORIDADE: As pessoas seguem quem conhece com profundidade sobre um assunto.
ESCASSEZ: Pessoas querem o que é difícil ter.
CONSISTÊNCIA: Entenda seu propósito e não se distancie dele.
CURTIR: Pessoas que se identificam conosco tendem a engajar muito mais.
CONSENSO: Pessoas se espelham nas outras para tomar as suas decisões.

Dicas da palestra “Defining Influence- Are Influencers REALLY Influential” da VidCon

 

7_Fake followers, real problems

Um problema que assola as marcas, mas que é possível ser resolvido: identificar os seguidores falsos e quais são os influenciadores que são realmente relevantes para a sua estratégia de social video. Fique sempre ligado em alguns pontos, destacados na palestra “How to Spot Fake Followers on Instagram” da VidCon:

  • Grande número de seguidores;
  • Taxa média de engajamento = 2% (desconfie se for muito diferente)
  • Engajamento inconsistente nos posts;
  • Baixa qualidade do engajamento (como são os comentários sobre o conteúdo?)
  • Irrelevância da discussão em torno do conteúdo;
  • Seguidores sem foto, bio ou post;
  • Qualidade dos seguidores;
  • Peça por print de views, swipes e interações dos stories.

fake followers e influenciadores com proposito

TREND WATCHING bit.Ly/2l8ofyw

 

8_O exército do dark social

“Dark Social” significa pessoas compartilhando conteúdo em canais privados, tipo mensageiros, e-mails, apps e afins. Ou seja, o Google não vê e as ferramentas de Analytics não conseguem monitorar.

Por isso, é importante que tenha uma estratégia também para atingir esse público. Clubes, grupos, mensagens por WhatsApp, jogos, formulários, etc. Descubra como impactá-los e terá uma nova métrica em mãos.

dark social - compartilhamentos que nao sao monitorados

Leia mais: bit.ly/riseofds

 

9_No fim, tudo é monetizado

Tudo gira em torno de monetizar e rentabilizar, mas será que você está fazendo isso da forma certa? Segundo uma pesquisa da Vidcon feita em 2017, 1 em cada 4 usuários diz abandonar um vídeo por conta de um anúncio. Pense em outras opções: assinaturas, licenciamento, merchandising, lives, eventos (benefícios para assinantes), venda de produtos digitais, talks, educação, cursos, etc. Explore novas possibilidades!

facebook watch e IGTV

 

10_Fast data

A interpretação e tagueamento de social video tem sido aumentado em grande escala, para gerar inteligência e segmentação mais precisa. Isso permite que conteúdos sejam criados mais rapidamente e de maneira mais eficiente, além de possibilitar análise dos resultados e feedback da audiência para aprender e ser capaz de redirecionar o conteúdo rapidamente. É fundamental que você tenha todas as ferramentas possíveis para entender seu público, aumentar a interação e garantir que o que você publicou é o que realmente sua audiência quer ver. A cultura dos dados tem que fazer parte da rotina de todas as áreas da empresa de forma consistente e responsável. Você precisa saber o que, como, para quem está fazendo e quem está agradando.

Alteracoes nos algoritmos do youtube

 

11_eSports

Um público valioso e que passa horas dentro de plataformas como Twitch e Facebook for Games; A previsão é que esse mercado movimente 3 bilhões de dólares em 2022. Você já sabe como atingi-los? Fique ligado nos poucos, mas fundamentais cases de sucesso: O Facebook lançou um programa que tem como foco ajudar os gamers a criarem suas comunidades, crescerem a audiência e trazer novas ferramentas;

A Ikea lançou uma coleção de cadeiras ergonômicas para os gamers, que chegam a ficar sentados por 20 horas. Estude os cases e entenda como sua marca pode atuar dentro do segmento.

Audiência de esports e qualificada

 

12_A/R para todos

A Realidade Aumentada está presente em nossa rotina e nós nem percebemos, ela se instaurou de forma natural com filtros, lentes, emojis e é uma ótima maneira de criar conteúdo.

Segundo o EOY 2018, hoje temos 900 milhões de instalações A/R e, até 2022, chegaremos a 3,5 bilhões de instalações, com estimativa de 90 bilhões de faturamento. Entenda como usar a realidade aumentada, qual a melhor forma de usá-la em seu conteúdo, teste com social video, filtros especiais, emojis personalizados e veja como seu público reage a tecnologia.

Snapchat e realidade aumentada

 

Curtiu? Agora que você já entendeu melhor as 12 tendências de Social Video que prometem impactar 2019, comece a colocá-las em prática. Estude, planeje, faça testes e entenda o que é melhor para o seu público.

Se quiser ver o report completo com mais de 140 páginas, acesse o link do Study Tour Los Angeles e mergulhar fundo.

Compartilhar

Deixe um comentário