Como criar uma landing page com boas taxas de conversão

De acordo com os dados do mercado, 45% dos usuários que visitam landing pages têm maior propensão a comprar o produto ou serviço apresentado. Por isso, para potencializar resultados das estratégias de marketing digital, é importante saber como criar uma landing page matadora.

Nesse sentido, existem boas práticas a serem seguidas e soluções disponíveis no mercado para que a criação e o monitoramento das landing pages sejam mais eficientes.

Neste post, você saberá mais sobre como criar uma landing page que converte efetivamente. Quais são as funções que deverão ser priorizadas? Como trabalhar com a coleta e análise de dados geradas pelas landing pages? Confira a seguir!

Como criar uma landing page que realmente converte?

Para garantir o máximo de sua taxa de conversão, existem elementos que são indispensáveis para sua estratégia. Conheça algumas das boas práticas de como criar uma landing page com alto poder de conversão:

1. Seja claro e objetivo no texto de sua proposta

Não caia na tentação de colocar muita informação nas suas landing pages. Aqui, menos é mais sempre! Você deve dizer apenas o estritamente necessário para que o visitante entenda o valor da sua proposta.

Os canais digitais exigem que sua mensagem seja certeira. O tempo de atenção na Internet é muito curto e suas landing pages são pontos de conversão rápida. O usuário que entra ali já disposto a obter aquela oferta. Se você criar dificuldades, ele vai desistir!

Provavelmente, o título da sua landing page vai ser o primeiro elemento que o visitante vai ver. Ele precisa ser simples, direto e conter a palavra-chave foco do assunto que está sendo tratado. Seu título precisa atrair o leitor, incentivá-lo a consumir o seu conteúdo e a saber mais sobre o seu negócio.

Para criar uma landing page que converte, a redação eficiente e enxuta é indispensável – recomenda-se que essas páginas tenham textos de menos de 500 palavras.

A estrutura de bullet points, ou seja, uma lista de itens, faz com que seu visitante absorva melhor o conteúdo. A explicação da proposta, assim, é dividida em tópicos claros que serão rapidamente percebidos.

2. Liste os benefícios da sua solução

Ao pensar em como criar uma landing page que converte, é preciso ter em mente que o visitante que chega à sua página busca informações precisas. Portanto, é indispensável que, seu produto ou serviço, seja apresentado de maneira clara e objetiva. Uma breve lista com os benefícios vai ajudar muito.

Uma grande vantagem das landing pages é seu dinamismo. É possível construir páginas de conversão com diferentes objetivos de acordo com as ações do seu lead durante o processo de qualificação.

3. Crie um visual atrativo para sua landing page

Investir nos recursos visuais corretos vai fazer toda a diferença para potencializar resultados em sua landing page. Uma boa imagem ou um vídeo pode capturar rapidamente a atenção dos usuários e ter o papel de complementar a proposta.

Outro recurso que pode ajudar muito a melhorar as taxas de conversão é utilizar o “Conteúdo Dinâmico”. Dessa maneira, é possível selecionar conteúdos diferentes e mais adequados para cada persona.

4. Não utilize menus

A sua landing page deve levar o usuário diretamente para o caminho de conversão. Isso deve estar muito claro. Portanto, a única forma do usuário sair dela é através do CTA.

Não coloque menus que podem distrair o visitante e levá-lo para outra página. O objetivo aqui é converter esse visitante através do formulário, da oferta e do botão de ação.

5. Chame o lead para a ação

Toda landing page é realizada para incentivar uma ação única. A forma como essa ação é exibida é chamada de CTA (call to action ou chamada para ação).

Essa ação pode ser, por exemplo, o cadastro em uma mailing list ou uma demonstração gratuita de seu serviço. O que importa, nesse caso, é fazer com que o CTA seja claro e esteja alinhado às necessidades da persona.

Nesse contexto, o CTA deixa claro que algo de valor está sendo oferecido em troca das informações de seu visitante. No entanto, é fundamental não abusar da quantidade de CTAs, a fim de não confundir seu visitante e diminuir as conversões de sua landing page. Dê preferência a CTAs simples e diretos para a ação desejada. A Whirlpool, por exemplo, aumentou a CTR (Click Through Rate ou taxa de cliques) em suas campanhas em mais de 40%, depois de eliminar 3 botões de call to action secundários e inserir um botão simples e direcionado.

6. Teste diferentes perguntas nos seus formulários

Ao criar um formulário para sua landing page, você precisa inserir as perguntas que realmente importam para seu negócio. Se você está construindo uma página de topo de funil, não precisa pedir telefone, empresa e cargo ainda, certo?

Faça as perguntas certas, na hora certa. Perguntas muito invasivas para leads de topo de funil podem gerar altas taxas de rejeição. A quantidade de perguntas do seu formulário também vai estar relacionado à posição da sua oferta dentro do funil de vendas e tem uma grande parcela de responsabilidade na hora de converter ou não um visitante.

Se o visitante ainda não tem uma relação com sua marca, dificilmente ele vai preencher um formulário com muitas perguntas. Faça testes e descubra as melhores perguntas para cada tipo de landing page.

7. Otimize sua landing page constantemente

Depois de ter uma landing page pronta, é sempre possível otimizar seu poder de conversão. Isso pode ser feito com testes e análise de resultados.

Substituir itens na sua landing page pode trazer uma taxa de conversão maior. Por isso, é importante testar e monitorar os resultados constantemente. Você deve experimentar diferentes imagens, títulos, textos, cores, CTAs, etc., e ainda pode alterar o posicionamento deles.

Plataformas de análise gratuitas, como o Google Analytics, são formas de medir o desempenho de sua página. Ainda, baseado em hipóteses e experimentação, é possível utilizar a técnica de testes A/B como aliada nessa análise. Por exemplo, pense em duas versões um pouco diferentes da mesma landing page e faça testes de como esses elementos performam. Assim, você terá insights sobre o que ajuda a aumentar suas conversões.

Considerações finais sobre como criar uma landing page que converte

Landing pages são desenvolvidas para servirem a um único propósito: conversão. Portanto, é preciso focar no essencial ao pensar em como criar uma página de sucesso.

Uma landing page aumenta seu poder de conversão de acordo com uma série de fatores. Por conta do alto tráfego gerado por estratégias Inbound, a necessidade de monitoramento desses fatores é maior. Saiba trabalhar de forma estratégica com a criação de suas landing pages. Assim, toda sua campanha de marketing digital pode se beneficiar dessa ferramenta de conversão.

Gostou de nossas dicas de como criar uma landing pages? Lembre-se de que a ROOM33 está disponível para resolver seus problemas de conversão! Deixe um comentário ou entre em contato com a gente! Até a próxima!

Compartilhar

Deixe um comentário