Call to action: como utilizá-lo para aumentar conversões no seu site

Você já parou para pensar na quantidade de “chamadas” que impactam as suas decisões diárias?  Pare, silêncio, entre, etc. Essas indicações mostram como você deve agir em diferentes momentos e ambientes. No universo digital, essas chamadas tem um nome: CTA ou Call to Action.

Se você costuma ter dificuldades para aumentar as conversões do seu site, deve repensar algumas estratégias. Neste artigo, confira como um Call to Action bem trabalhado pode conduzir os visitantes de seus canais a diversas ações que ajudarão a melhorar a performance do seu negócio. Acompanhe a seguir!

O que é Call to Action?

Clique aqui, inscreva-se agora, faça já o download. O CTA, sigla de call to action, que traduzida significa chamada para ação, é a função de uma página que estimula o cliente a realizar uma ação predefinida pela marca, como um cadastro, um teste, um download, um pedido de orçamento, acesso a um site, realização de uma compra, entre outros.

As chamadas podem ser tanto visuais quanto textuais e têm como objetivo chamar a atenção do usuário e direcioná-lo pelo caminho desejado pela empresa.

O Call to Action pode ser utilizado em diversas situações, tais como:

  • Assinar uma newsletter.
  • Baixar um eBook.
  • Comprar um produto.
  • Visitar uma página específica.
  • Fazer um cadastro.
  • Entrar em contato.
  • Pedir um orçamento.
  • Fazer compras.
  • Pedir mais informações.

Para que esse recurso seja eficaz e capaz de aumentar as conversões do seu site é preciso facilitar a navegação e investir em usabilidade.

O Call to Action pode se tornar um poderoso aliado para um conceito bastante difundido no marketing digital – o AIDA. Quando alguém abre um site, passa por algumas etapas que possuem objetivos específicos:

  • Atenção: momento em que a atenção do usuário é conquistada e são realizados estímulos para que ele continue a navegação.
  • Interesse: representa a primeira impressão do visitante e a decisão de procurar mais informações.
  • Desejo: essa etapa consiste em uma análise detalhada da oferta ou do conteúdo.
  • Ação: esse passo indica a ação da conversão.

Como utilizar o Call to action para aumentar as conversões de seu site

Evidentemente, cada negócio possui suas peculiaridades, mas para aumentar as conversões do seu site é fundamental melhorar a usabilidade dele. Nesse sentido, as melhores dicas que posso te dar são: conheça os usuários e compreenda de que maneira eles interagem e reagem aos estímulos no seu site. Dessa maneira você terá muito mais controle para direcionar a sua audiência dentro do seu ambiente digital.

Para que a chamada para ação seja eficaz e aumente as conversões do seu site, alguns pontos devem ser utilizados como base. Confira abaixo, algumas dicas de como utilizar o Call to Action e obter os resultados desejados.

1. Conheça suas personas

Para aumentar as conversões do seu site, é essencial oferecer o que é valioso e interessante para os usuários do seu site e, para isso, é fundamental conhecer as personas e investir em marketing de relacionamento.

É importante entender como os usuários do seu site chegaram até lá, o que procuram, como você pode melhorar a vida deles, o que eles desejam adquirir, etc.

2. Identifique o estágio da oferta na jornada de compras

Para fazer um Call to Action assertivo, é preciso saber o que sugerir ao cliente. Pense no seguinte cenário: você está lendo um artigo sobre carros e se depara com um convite para comprar um eletrodoméstico. O que você faz? Possivelmente, irá ignorá-lo, certo?

Da mesma forma, inserir um CTA de pedido de orçamento em um artigo que tenha como objetivo atrair clientes, provavelmente não trará os resultados desejados, já que é preciso despertar o interesse deles antes de partir para uma ação de compra. Por isso, é fundamental saber em qual etapa da jornada de compra a persona se encontra. Dessa maneira, você poderá oferecer o CTA adequado para cada persona em diferentes etapas dessa jornada.

3. Seja específico e crie urgência

Ser direto e objetivo é imprescindível na hora de criar um apelo para o cliente. Portanto, se a sua meta é que o usuário faça um cadastro, realize uma compra ou conheça as vantagens do produto, sugira isso a ele sem meias palavras!

Lembre-se de que menos é mais: seja direto, com comandos objetivos e elimine as distrações que podem afastar o cliente da conversão.

Além disso, frases como “compre agora” ou “receba hoje” indicam o quão fácil e imediata é a ação, e costumam trazer bons resultados. Afinal, pessoas reagem a incentivos, especialmente quando têm a percepção de que a iniciativa pode trazer a elas algum benefício.

4. Use cores contrastantes

Não é apenas a mensagem que chama a atenção: as cores utilizadas podem ajudar a prender a atenção do consumidor e a aumentar a efetividade do CTA e as conversões do seu site. Cores vibrantes, como vermelho, amarelo e laranja costumam captar o olhar dos usuários.

Cores que contrastem com o restante do site também podem ajudar. Mas atenção: não exagere, a poluição visual, ao invés de atrair, pode afastar o cliente.

Entender o conceito e as aplicabilidades do Call do Action é muito relevante para quem deseja aumentar as conversões do seu site. Por isso, coloque as dicas apresentadas aqui em prática hoje mesmo.

Confira exemplos de CTA para aplicar nos seus conteúdos

Para desenvolver um planejamento de marketing de conteúdo dentro de uma estratégia online, é fundamental que você opte pelas escolhas certas para fazer com que o consumidor passe por todas as etapas do funil de vendas. Entre essas escolhas, está o uso do CTA. Para aplicá-lo de forma correta, é muito importante que você conheça vários exemplos de call to action para textos.

Abaixo você vai conhecer como aplicar o CTA em todas as etapas do funil para garantir que o seu leitor vá para a próxima etapa e no final se torne seu cliente. Confira!

Topo do funil

Os conteúdos desse estágio do funil de vendas costumam ser mais superficiais e gerais. Têm como objetivo auxiliar o leitor a se familiarizar mais com o problema que o levou até aquele texto. O potencial cliente ainda não está pensando em uma solução. Assim sendo, esse não é o momento de apresentar a marca, mas sim de aplicar esforços para abordar assuntos que estejam relacionados à expertise da empresa.

Os call to action recomendados para utilizar nesse tipo de conteúdo são:

  • sugerir o compartilhamento nas redes sociais;
  • indicar a leitura de outro artigo;
  • deixar um comentário no post.

Esses CTAs tendem a gerar um engajamento com o leitor e mostram para ele que a empresa produtora daquele conteúdo entende a sua dor e é especialista naquele tema abordado.

Meio do funil

No meio do funil, o conteúdo oferecido para o cliente deve ser de possíveis formas de resolução de problema. Essa é a fase de consideração e as informações disponibilizadas no texto ainda não devem estar relacionadas com a empresa, mas sim com o setor, com as opções de produtos e serviços e com o nicho que a marca está inserida. Por isso, a chamada para a ação deve solucionar a dor do leitor referenciando o mundo da empresa, mas não ela especificamente.

Nessa fase, boas prática de utilização do call to action são:

  • sugerir baixar um e-book ou material educativo;
  • assinar a newsletter.

Com esses CTAs, a empresa já pode começar a ser reconhecida pelo cliente e quando ele passar para o próximo estágio do funil, tende a considerar primeiramente essa marca, que ele já tem conhecimento.

Fundo do funil

Os conteúdos produzidos para o consumidor que já está no fundo do funil são exclusivamente para o momento da tomada de decisão da resolução do problema. Nessa fase, os temas devem mostrar para o leitor por que a empresa é a melhor opção para ele naquele momento. O CTA também deve acompanhar esse raciocínio e levá-lo diretamente para a conexão com a marca.

As opções de call to action nessa etapa do funil devem ser:

  • entrar em contato com a empresa;
  • fazer um teste gratuito do produto ou do serviço.

Essas chamadas para ação serão decisivas para converter o leitor em cliente, por isso devem ser as condutoras do final de conteúdo, impulsionando para o começo de uma compra.

Agora que você conhece os exemplos de call to action para utilizar na produção de conteúdo da sua estratégia de marketing digital, não deixe de aplicá-los de forma correta para garantir que o seu público-alvo sempre passe para a próxima fase do funil até virar cliente.

Quer um exemplo prático para que você entenda definitivamente a inserção de CTA? Você, leitor deste post, está no meio do nosso funil, no momento de atração. Por isso, vamos sugerir que você assine nossa newsletter para continuar recebendo nossos conteúdos e ter mais conhecimento sobre a nossa marca.

Compartilhar

Deixe um comentário